31
dez
09

Lições da Crise

Que lições podemos tirar da atual crise mundial? A atual crise econômica é resultado de uma política de remuneração variável concedida a executivos do setor financeiro responsável por fornecer empréstimos para a compra de imóveis, aos cidadãos. Aliado a isso, os donos dessas instituições também tinham grande interesse no elevado aumento do crédito. Afinal, assim poderiam lucrar mais. Os papéis das dívidas eram vendidos a outras organizações, fazendo com que os bancos, que tinham concedido os financiamentos sem pedirem muitas garantias para o pagamento, se livrassem de parte dos riscos. O problema é que esses títulos de dividas não foram pagos. Gerando grandes prejuízos para aqueles que os compraram. Muitos empregados foram demitidos. O que, conseqüentemente fez com que a demanda caísse. E, com isso, mais empresas e países inteiros entraram em crise, visto que houve diminuição da quantidade de pessoas com dinheiro para comprar o que eles ofereciam.
Um outro fator a ser considerado é que quanto maior for a inadimplência, maior será a necessidade de aumentar o preço dos produtos e serviços. A fim de cobrir as perdas ocasionadas pela falta de pagamento das dividas. Além disso, há a grande carga tributária brasileira. Ambos fazem com que o poder de compra do consumidor seja reduzido. Assim, ele sai perdendo porque compra menos. O empresário, porque vende menos. E os seus funcionários, que deixam de ganhar melhores salários. E, consequentemente, diminuem as compras que seriam feitas nas outras empresas para atender às suas necessidades.
Esses problemas são originados pela busca por sobrevivência num planeta cada vez mais competitivo. A própria globalização pode fazer com que grandes empresas venham a se instalar em nossa região. Claro está que não se pode esperar que empresas de outros países se instalem aqui, mas, essas empresas entrando em cidades que tenham um porte bem maior que a nossa, forçarão as lojas e fabricas existentes nessas cidades a procurarem um local onde possam ter mais força para brigar por melhores espaços no mercado. É ai onde as empresas da nossa região podem ser afetadas. Uma vez que aquelas organizações, devido ao grande volume de produtos que podem comprar, reduzem os seus custos e, assim, conseguem vender a um preço reduzido. O que não seria ruim para a região, se não fosse o fato de que essas empresas quase sempre enviam boa quantidade do dinheiro conseguido com a venda de seus produtos para a matriz, que fica em outra região. Muitos países defendem o livre comércio, mas, o fazem depois que possuem empresas com grande capacidade de competir com qualquer outra, explorando essas regiões.
Empresários, funcionários e clientes devem ser conscientizados da importância de união entre eles. Pois, sem isso, fica praticamente impossível o fortalecimento da nossa terra. E, consequentemente, dificilmente nossa qualidade de vida poderá ser melhorada. Se um cliente não paga o que deve a um empresa, ele paga com o falta de melhoria do atendimento publico. Uma vez que isso prejudica o crescimento da economia. E, também, com a dificuldade em se aumentar as condições para que ocorra um maior número de empregos. Então, podemos chegar a conclusão de que vivemos num mundo em que todos dependem uns dos outros. Alguém pode fazer algo desleal e se beneficiar com isso. Mas, depois, essa pessoa paga a conta. Porque o que alguém faz de errado numa sociedade, afeta a toda ela. Inclusive a pessoa que o fez.


0 Responses to “Lições da Crise”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: