31
out
10

Estratégia numa empresa nordestina

Devido à falta de concorrência, acarretada pelas barreiras alfandegárias até então existentes, as empresas brasileiras não buscavam o aprimoramento, seja operacional ou estratégico. Não havia melhorias operacionais porque, devido a falta de concorrência, elas podiam repassar o aumentos nos custos para os consumidores. E, não havia melhoria estratégica porque a falta de concorrência não exigia.

Entretanto, com a queda de tais barreiras, ocorrida pela necessidade da comercialização entre países, as empresas transnacionais passaram a dominar o mercado. Visto que dispunham de maior eficiência operacional e estavam acostumadas a lidar com a concorrência feroz, já existente em seus países de origem. Devido ao fato de fazerem planejamento estratégico em sua matriz, tais organizações faziam nas que aqui se instalavam.

Após muitas bancarrotas, as empresas nacionais passaram a buscar maior eficiência e planejar suas atividades. Para tanto, analisaram o mercado de forma mais detalhada, buscando oferecer produtos e serviços mais adequados à suas necessidades. Com a estabilidade econômica e a evolução do capitalismo nacional, muitas organizações brasileiras passaram a se internacionalizar. Tornaram-se, então, verdadeiras gigantes. O mercado já não era mais o mesmo, o tamanho do mercado até então existente, e concentrado nas regiões sul e sudeste, não era mais suficiente para atender às necessidades de crescimento das corporações. Passaram-se, então, a se inserir no mercado nordestino e no centro-oeste.

Entretanto, a proximidade do nordeste com as principais potências econômicas fez com que tal região se desenvolvesse mais, com investimentos, privados e estatais. Além disso, os programas de distribuição de renda do Governo fizeram com que as pessoas dessa região tivessem seu poder de consumo aumentado. Tais fatores acarretaram num ciclo de crescimento ímpar da economia nordestina.

A concorrência em tal mercado se acentuou e o consumidor, mais informado e com maior poder de compra, passou a exigir produtos e serviços melhores. O mercado, agora extremamente dinâmico, pedia respostas rápidas e eficazes. Assim, as empresas locais passaram a adotar, também, estratégias e planos. Além disso, passaram a dar maior atenção ao controle e flexibilidade.


0 Responses to “Estratégia numa empresa nordestina”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: