28
abr
11

Caso de Sucesso: AmBev

A empresa em questão é a AmBev, empresa que surgiu da união da Brahma com a Antarctica, e anos depois se fundiu com a Interbrow e comprou a Anhauser Bush, é hoje a maior cervejaria do mundo e a quarta maior empresa de bens de consumo. Como ela conseguiu chegar aonde chegou? A grande maioria dos especialistas em gestão, e os próprios empresários, afirmam que tudo foi possível graças à cultura da empresa. Uma pequena parte dela, mas que teve grande impacto nos resultados da empresa, será mostrada abaixo.

Na AmBev, reina a meritocracia, esse é o valor chave. Isso quer dizer que, lá, os colaboradores são admitidos e promovidos com base no mérito, ou seja, merecimento. Para isso, a empresa possui um sistema de avaliação 360º. Onde cada pessoa é avaliada por seus superiores, subordinados e, também, pessoas do mesmo grau na hierarquia. Com base nessas avaliações, se decidem em quais aspectos a pessoa está bem. E quais precisam ser melhorados. Além disso, a remuneração variável, que é a parte da remuneração que varia de acordo com o desempenho, faz com que o salário pago por essa empresa seja um dos maiores do mercado. Assim, os melhores profissionais do mercado desejam trabalhar nessa empresa. Junte-se a isso o fato de que a remuneração fixa, aquela de não depende do desempenho do profissional, é uma das mais baixas do mercado. Isso faz com que pouquíssimas pessoas de desempenho baixo desejem trabalhar para ela. Isso funciona como um sistema de seleção, pois, uma pessoa pode mentir para outras, dizendo que realizou várias coisas, mas, se ela sabe que não conseguirá fazer e que, por isso, o seu salário será extremamente inferior ao que teria em outros lugares, ela não desejará trabalhar para a AmBev.

Outro ponto forte é o fato de que para que uma pessoa seja promovida, ela deve ter preparado outra para assumir o seu antigo cargo. Sendo assim, é do interesse do individuo ensinar aos seus subordinados o que sabe. E não, tentar usar de forma anti-ética para subir profissionalmente, muitas vezes, passando para os seus superiores a imagem de que subordinados, altamente capazes, são incapazes.

A empresa ainda investe pesadamente na formação dos seus profissionais, oferecendo cursos para capacitá-los em áreas em que eles estejam deixando a desejar. Tudo isso fez, e faz, com que a empresa tenha um retorno muito maior sobre o capital e tempo que fora investido para a melhoria dos seus profissionais. O que fez com que ela passasse a ser uma empresa de atuação mundial altamente competitiva. Nas palavras de muitos empresários de sucesso: “nossos colaboradores não são um passivo, mas, sim, um ativo altamente valioso, que faz a diferença”, se referindo ao fato de que os salários, embora tenham que estar do lado do passivo para a contabilidade, para a empresa em si, eles dão muito mais retorno. Ou, se preferirem, nas palavras de Beto Sicupira, um dos donos da AmBev, “nosso principal ponto forte é gente”. E, ainda, “a melhor idéia, sem gente boa, não vai a lugar algum”.


0 Responses to “Caso de Sucesso: AmBev”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: